O dinheiro no Japão

Tempo de leitura: 2 minutos

Você Já deve ter ouvido falar muitas coisas do Japão, não é? Sua comida diferente, aqueles sushis, que são enroladinhos de arroz em alga, com um recheio de salmão, Kani-kama, ovas de peixe ou outros sabores. Com um molho de soja e algumas ervas amargas, como uma pasta verdinha que chama wasabi, e claro, gengibre, fica muito gostoso.

O Japão também é conhecido pela sua tecnologia interativa, considerado o país da tecnologia de ponta, de inovação moderna e designer criativo em eletrônicos, automóveis, robótica, engenharia e muitos outros.

Eu ainda não conheço este país, então decidi pesquisar para aprender mais sobre este pequeno país em tamanho, mas grande em variedades e inovações.

Uma coisa que me chamou a atenção é que o dinheiro lá tem um valor muito diferente daqui do Brasil. Lá a moeda chama iene, e um iene vale R$ 0,03 (três centavos de real).

“Mas Érico, então quer dizer que no japão as coisas são beeeeem mais baratas? Que bacana, quero ir pra lá e comprar muita coisa!”

É a primeira coisa que a gente pensa, e, pesquisando, descobri que as coisas de lá são quase o mesmo preço daqui. Por exemplo:

Um Burger king aqui no brasil é R$15,00; e no Japão é 540 ienes (aproximadamente R$18,00).

Assim como no Brasil há lojas de artigos de R$ 1,00, R$ 5,00 ou R$ 10,00, no Japão há lojas de “100 ienes” (em torno de R$ 3,30), só que com produtos de variedade e qualidade muito melhores do que aqui. O que achar lá: abridor de embalagens de salgadinhos, temporizador para ovos, cortador de cebola, além de garrafas, pratos, talheres, chapéus, e claro, itens para crianças: copos divertidos, canetas, calculadoras, brinquedos e itens escolares. E quem sabe até alguns itens de tecnologia…

Gostei muito de saber um pouco mais sobre o Japão, e estou programando conhecer este país e conferir pessoalmente estas informações, mesmo com preços similares, gostarei de conhecer as novidades!

Dica do Érico: Pesquise sobre o dinheiro em outros países, você aprenderá mais sobre a cultura, hábitos e riqueza do mundo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *