Dinheiro e sustentabilidade

Tempo de leitura: 3 minutos

Olá pessoal, hoje o nosso assunto é sobre como podemos deixar o mundo melhor. “Mas Érico, este blog não é sobre dinheiro”? Justamente isso, está tudo ligado! Quando usamos nosso dinheiro com inteligência, compartilhamos o que sabemos com os outros, usamos bem os nossos recursos, deixamos o mundo melhor. Muitas vezes podem ser coisas pequenas que nem percebemos, outras, fazemos propositalmente e percebemos que foi bom. E hoje o nosso assunto é sobre tudo que você pode fazer para ajudar o planeta e ao mesmo tempo ajudar a você ter mais dinheiro. Vamos lá:

  1. Conversar com as pessoas, espalhar boas ideias, seja conversando, escrevendo, comunicando de alguma forma. Não importa como, o importante é que você leve uma mensagem boa quando tiver oportunidade. Muitas vezes, vai ouvir críticas, você pode ficar magoado ou usar para melhorar seu desempenho. E sabe qual o melhor disso? Você fará o bem a muitas pessoas que querem aprender, ou acham o que você pensa interessante ou útil. Por exemplo, alguém está chateado com seus pais porque não ganhou alguma coisa, você pode incentivar essa pessoa a fazer algo para vender e ganhar dinheiro, para então comprar o que quiser. É uma injeção de ânimo. Eu compartilho minhas histórias em meus livros, blog, palestras, e até em conversas com os amigos. Participo de talk-shows, faço palestras em escolas, igrejas, e onde puder contribuir. Meu assunto é dinheiro, então eu falo de como as crianças e jovens podem economizar, guardar dinheiro e realizar os seus sonhos. Pode até não ser novidade, mas o exemplo de como funciona é inspirador.
  2. Reciclar para a coleta seletiva e poluir menos o meio ambiente, vender e conseguir algum dinheiro ou mesmo guardar garrafas PET e papelão (o que eu adoro fazer, embora minha mãe reclame do meu “estoque”), que são muito uteis quando quero inventar algo. Por exemplo, um tempo atrás eu comprei uma lupa, queria fazer alguns experimentos, como testar se a luz que atravessa a lupa produz fogo no papel (claro que com alguém por perto e em um lugar seguro sem chances de o fogo se alastrar). Só que a lupa tinha um problema, ela não era fixa, então era difícil focar e conseguir um bom resultado, qualquer tremida na mão já era, então peguei o papelão que tinha em casa e fiz um suporte, onde eu coloquei a lupa e ela ficou fixa, e aí eu posso fazer meus experimentos. Se eu não tivesse pensado nisso, provavelmente teria desistido e meu dinheiro que gastei na lupa não teria proveito. Existem diversas coisas criativas de aproveitar material reciclável, basta ter um pouco de imaginação.
  3. Uma forma que poucas pessoas pensam, mas que pode ajudar o mundo, é não exagerar nas compras. Mas como assim? Se eu deixar de comprar essas coisas “supérfluas” (desnecessárias), eu não estou apenas parando de dar dinheiro ao dono da empresa? Como isso poderia ajudar o mundo? Imagine que você esteja passando em frente a uma loja de utilidades (e inutilidades) e gaste aqueles seus R$10,00 em uma lembrança de viagem de sua própria cidade. É algo que provavelmente você não vai usar, e que vai só fazer volume em seu quarto ou cozinha. Depois de um tempo, você esbarra nela, quebra e vai para o lixo. Gerou gasto sem utilidade e vai sujar o meio ambiente.  Por outro lado, este dinheiro poderia ser usado em algo que tivesse mais utilidade. Então o consumo consciente é uma forma, e uma boa forma, para conseguir melhorar o mundo e salvar uma graninha.

São três dicas que você pode colocar em prática, incentivar seus amigos a economizar e a praticar o bem, poluir menos e fazer um mundo melhor, porque afinal, este é o nosso mundo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *