EUA, aprendizado 1

Tempo de leitura: 2 minutos

Neste ano eu realizei um sonho: conhecer os Estados Unidos, aprender mais sobre a cultura de lá e viver cada momento.

Para fazer esta viagem, eu me programei por quase três anos, juntando dinheiro e aprimorando o meu nglês.

Fiquei la 20 dias, do dia 10 até 30 de janeiro de 2019, e digo que com tantas coisas, o tempo passou voando e eu nem percebi. E são tantas coisas que eu vivi e aprendi que resolvi contar por partes.

Primeiro, dentre as opções de intercâmbio, conheci a Liaison América, uma empresa mais completa, pois os alunos também podem inscrever projetos para apresentar em Universidades americanas, se tiverem relevância social e interessarem às mesmas.

Eu apresentei o projeto “Educação Financeira para Jovens e o planejamento para a realização de sonhos”, baseado em meu recente livro “SMAT Sonho”, lá “SMART Dream”. O bacana é que educação financeira atrai interesse em todo o mundo, o projeto foi aprovado e lá fomos nós!

Apresentei o projeto nas universidades americanas, como Hampden-sydney, que é uma universidade para homens (adorei os enunciados das portas: aqui você entra como menino e sai como homem) e Bluefield, mas também apresentei em lugares de âmbito nacional e internacional onde procuram interligar pessoas, como a WACA – World e o Partners of America.

Uma coisa que me impactou profundamente lá é que: “é igual nos filmes” / “it’s like the movies”.

Também apresentamos (outros colegas também levaram projetos de outras áreas) em uma escola primaria e ensino médio chamada “Gilbert’s school”, e lá eu fiquei admirado ao ver que tudo era idêntico aos filmes e séries que vemos nos programas de TV e filmes, por exemplo, os armários com combinação onde cada aluno guarda seu material, a quadra de basquete (que também tinha gol de futebol) feita de “madeira” e um placar eletrônico no topo, bibliotecas onde se tem a recepção e vários lugares para sentar e ler, ou se quiser, pegar um livro emprestado e levar para casa.

Depois de apresentar meu projeto na Gilbert´s School, nos perguntaram se queríamos conhecer a escola, e claro que queríamos. Eles separaram três alunos para cada 5 intercambistas Liaisons (como nos chamávamos no grupo), e fomos conhecer a escola, passamos em frente ao salão de teatro, quadra de basquete, quadra de luta livre, aulas de pinturas e artes, aula de músicas que tinha uma orquestra tocando bem na hora que passamos… e depois perguntaram sobre o que cada um achou, e minha resposta foi:

-it’s like the movies (é igual nos filmes). I love it! (eu adoro isso)

Todos começamos a rir e voltamos para a biblioteca onde estávamos apresentando os projetos para concluir a troca de informações.

Ou seja, as escolas americanas possuem uma ótima infraestrutura, além de um excelente nível de ensino.

Por hoje é só. Em outro artigo contarei outros aprendizados! Bye!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *