EUA 2: descontos em universidades

Tempo de leitura: 3 minutos

Em janeiro de 2019 eu apresentei meu projeto de educação financeira para jovens em universidades, escolas e entidades dos Estados Unidos, como falei no artigo anterior.

O roteiro foi organizado pela “Liaison América” onde participei do programa “triple L” (Línguas, Liderança e Liaison=conectar em francês), onde treinamos as três habilidades e apresentamos projetos.

Visitamos diversos lugares, como a Gilbert’s School, escola de ensino médio, e universidades como a Bluefield College, Sacred Heart University, Hampden-Sydney entre outras.

Gilbet School
Sacred Heart University

Também realizamos as palestras em entidades como Partners of America, instituição não governamental que tem por objetivo a cooperação econômica entre países da América e WACA “World Affairs Councils of America.

 

Foto: Conferência Global Ties com o Presidente da WACA Bill Clifford.

 

Um ponto que fiquei atento foi sobre como fazer para estudar nos Estados Unidos, principalmente como fazer isto gastando menos, conquistando descontos e oportunidades:

Partners of America

Applications – Existem palavras que são difíceis de traduzir para outras línguas, como por exemplo do português “gambiarra” para o inglês, onde o mais próximo seria “lifehack”, que seria “hack da vida”, ou então palavras de outras línguas que não foram traduzidas e fazem parte de nossa vida, como o “mouse” do computador, ou mesmo o “notebook”. Applications seria uma dessas palavras, pois mesmo podendo ser traduzida para “aplicações”, não é o suficiente para explicar seu significado. Application são descontos que você pode conquistar de acordo com habilidades específicas em esportes, música, economia, projetos sociais, desempenho, etc., em que a universidade percebe valor.

 

No começo, eu tive dificuldades para entender como funciona e como se faz para conquistar estes applications, mas por sorte, Kelly, americana e uma das fundadoras da Liaison conseguiu me explicar de uma forma compreensível e que trago aqui:

Ela me disse que tanto escolas quanto empresas (como o Google por exemplo) podem dar applications se você tiver requisitos necessários, por exemplo, a escola pode dar um desconto se você tiver notas boas (as boas notas são o requisito, também chamado de requerimento), ou por exemplo o Google faz  “concursos” onde os jovens desenham artes com um tema especifico, então o vencedor recebe um application para a escola de sua preferência (saber desenhar bem é o requerimento/requisito, o concurso serve para você provar a aceitação da qualidade de seu desenho).

Scholarship – No Brasil é conhecido como “bolsa de estudos”, mas o “scholarship” tem um conceito diferente. Enquanto que uma bolsa dá descontos totais ou parciais ao valor da mensalidade, que é definitivo pelo período contratado, o “scholarship” usa as applications para conseguir descontos parciais. Ou seja, uma única situação não lhe dará bolsa integral, , mas de desconto em desconto você pode completar o valor necesssário.

Por exemplo, se a universidade custa U$40.000,00 por ano, você consegue U$16.000,00 de application porque conseguiu tocar na banda da universidade, mais U$10.000,00 porque participa e colabora em grupo de estudos de matemática, U$5.000,00 por notas boas, já alcançou um desconto de U$31.000,00 por ano, então só precisará pagar U$9.000,00 no ano, ou continuar buscando application até completar o valor.

Bom, aprendi um pouco e vou me aprofundar ainda mais, tanto no scholarship e application, como em outras formas de economizar e estudar no exterior, pois minha intenção é testar e compartilhar, para que mais brasileiros consigam estudar lá, se este for o seu sonho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *