O uso consciente do dinheiro – Gabriela Barros Batista (concurso cultural)

Tempo de leitura: 2 minutos

A redação destaque de hoje vem do concurso cultural promovido pela Sicredi Ouro Verde, após o ciclo de palestras da semana ENEF Estratégia Nacional de educação Financeira, onde falei com os alunos das escolas de várias cidades e após eles produziram textos e desenhos em suas escolas, sobre o assunto “dinheiro”.

Hoje, a Gabriela traz uma reflexão sobre a importância de usar o dinheiro com consciência, sempre guardando uma parte.

No futuro, aprenderemos que existe imposto, ou seja, uma parte do dinheiro vai para o governo, para pagar algumas coisas que trazem benefício para todas as pessoas, como as despesas de escolas públicas, postos de saúde, estradas, etc.

A proposta aqui é: se você reserva, sem ter a opção de querer ou não, uma parte para o governo, porque não colocar um “imposto” para si mesmo e conseguir poupar para realizar os seus sonhos?

Gabriela também escreve sobre as pessoas que têm dinheiro e não cuidam, comprando coisas sem reservar parte para o futuro, e algumas terminam sem nada. E outras, que possuem pouco dinheiro, conseguem guardar e ter uma reserva para seus sonhos.

Concluindo: não importa como é a sua situação hoje, o importante é a sua atitude, pois esta sua atitude de gastar ou poupar é que vai escrever a sua história daqui pra frente.

 

“O uso consciente do dinheiro, Gabriela Barros Batista

Nós temos que ter consciência do dinheiro.

Pois não sabemos a hora que ele pode acabar, porém temos que economizar o nosso dinheiro, e se não economizarmos o dinheiro que temos podemos ter graves conflitos, mas podemos economizar, e não podemos ter necessidade na hora que precisarmos, pois iremos ter sempre um dinheiro guardado.

Há algumas pessoas ricas que não têm consciência do dinheiro que têm, gastam com carros, lojas, aviões, mansões e etc., sendo que podem investir, e já as pessoas que dependem do dinheiro de seus empregos, guardam sempre uma parte, para investir em uma casa, um carro e outras coisas.

Mas a precisão de dinheiro é muito grande e sempre guardar uma parte é a melhor coisa para economizar. E precisamos ter consciência de nosso dinheiro”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *